logogiro.gif (19122 bytes)

ESTADO DE SANTA CATARINA
POLÍCIA MILITAR
TERCEIRO BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR
PRIMEIRA COMPANHIA DE POLÍCIA MILITAR
PORTO UNIÃO-SC

PROERD NA CIDADE DE PORTO UNIÃO-SC

  1. O QUE É O PROERD
  2. DESCRIÇÃO DO PROERD
  3. CONCEITO
  4. OBJETIVO DO PROERD
  5. PROERD NO ESTADO DE  SANTA CATARINA
  6. PROERD NA CIDADE DE PORTO UNIÃO-SC

Fale concosco

ENVIE SUA SUGESTÃO

 

 

 
 
 
  I - O QUE É O PROERD

        O Proerd (Programa Educacional de resistência às drogas e à violência), tendo como modelo o D.A.R.E. (Drug Abuse Resistance Education), desenvolveu-se no Brasil, com o objetivo primordial de atuar na prevenção do uso de drogas por crianças e adolescentes.
         
        Diante do crescente poder de atração das drogas, que ilude e engana nossas crianças, jovens e adultos, as organizações governamentais e não governamentais, relacionados direta ou indiretamente a segurança pública, têm se empenhado, de várias formas, com investimentos altíssimos, a fim de coibir as ações criminosas, neste sentido, as quais, conforme os indicadores, vêm de forma assustadora destruindo nossa sociedade. Todas estas ações, têm representado efeito, porém, não bastam, face à ousadia e sofisticação do crime organizado, em nível mundial.
 
        Conclui-se desta forma, que os esforços encontram maior eficiência quando se adota uma postura educacional, preventiva, de cunho estratégico. O Proerd, com sua missão de educar as crianças, no seu habitat, reunindo esforços, ou seja: família, polícia e escola foi o fator preponderante, que motivou em 1983, a criação do D.A.R.E. pelo Distrito Escolar e Departamento de Polícia de Los Angeles - EUA - para, de forma didática e pioneira, atuar na prevenção do uso de drogas pelas crianças e adolescentes.

         O Projeto desenvolvido por um grupo composto por psicólogos, psiquiatras, policiais e pedagogos, na sua implantação, obteve sucesso em todos os Estados Norte-Americanos, como posteriormente em mais de 40 países conveniados ao Programa. No Brasil o D.A.R.E chegou em 1992, através da Polícia Militar do Rio de Janeiro, e em 1993 pela Polícia Militar de São Paulo, recebendo o nome em português de Proerd.

        Atualmente alguns estados da federação, através de suas Polícias Militares, adotaram o Proerd, entre eles Santa Catarina, onde chegou no 1º semestre de 1998.


VOLTAR AO TOPO DA PÁGINA 
   II - DESCRIÇÃO DO PROJETO

         PROERD é um programa com caráter social preventivo, que é alicerçado no Programa D.A.R.E. Norte Americano, que tem como objetivo prevenir o uso de drogas, inserindo em nossas crianças a necessidade de desenvolver as suas potencialidades para que alcancem de maneira concreta e plenamente seus sonhos de uma sociedade mais justa e segura.
 
        Este Programa consiste num esforço cooperativo da Polícia Militar, através dos Policiais PROERD formados pelo Programa, Educadores, Pais e Comunidade para oferecer atividades educacionais em sala de aula, a fim de prevenir ou reduzir o uso de drogas e a violência entre crianças e adolescentes.

VOLTAR AO TOPO DA PÁGINA

 III - CONCEITO

        1) O Programa Educacional de Resistência à Violência e às Drogas (PROERD),  constitui uma forma de atuação da PMSC voltada para a prevenção ao uso indevido de drogas, às ações de vandalismo e formação de gangues entre jovens.

        2) A presença de policiais militares nas escolas para a aplicação do PROERD, aumenta também a possibilidade de redução de outros problemas locais afetos à segurança pública, aproximando a PM e a própria entidade de ensino à comunidade.

        3) O PROERD tem por base, o Projeto "D.A.R.E", inicialmente desenvolvido e aplicado pelo Departamento de Polícia e o Distrito Escolar Unificado da cidade de Los Angeles/EUA e que hoje está sendo aplicado em todo o País e em mais 47 países. Sendo desenvolvido no Brasil, após as adaptações necessárias à nossa realidade cultural.

        4) A vinda do "D.A.R.E." para o Brasil, foi proporcionada através da realização de cursos Específicos ministrados pelo Centro de Treinamento do D.A.R.E. de Los Angeles/EUA, a integrantes da Polícia Militar do Estado de Rio de Janeiro, São Paulo e Distrito Federal.

        5) A aplicação do PROERD, deve ser precedida de um Protocolo de Intenções, firmado entre a Secretaria da Segurança Pública e a Secretária Estadual da Educação, podendo ser aplicado em qualquer estabelecimento de ensino que o queira.

        6) O PROERD está sendo desenvolvido por Policiais Militares, que possuem o Curso de Formação de Instrutores PROERD.

        7) Em momento algum será concebida a autorização de serem ministradas aulas fora do padrão PROERD.

 VOLTAR AO TOPO DA PÁGINA
   IV - OBJETIVO

        Diante do aumento do consumo de drogas proibidas ou não, entre crianças e adolescentes em idade escolar e da ineficácia relativa as campanhas preventivas realizadas por órgãos públicos e privados, torna-se necessário um trabalho efetivo e contínuo de prevenção de uso de drogas, entre os jovens que ainda não tiveram contato com tais substâncias.

        O programa tem por objetivo a prevenção ao uso de drogas entre crianças em idade escolar, o qual será desenvolvido através de:

        1.Fornecimento de informações aos estudantes sobre álcool, tabaco e drogas afins;
        2.Ensinar os estudantes, na prática, as formas de dizer não às drogas;
        3.Ensinar os estudantes a tomar decisões e as conseqüências de seus comportamentos;
        4.Trabalhar a auto-estima das crianças, ensinando-as a resistir às pressões que as envolvem.

VOLTAR AO TOPO DA PÁGINA 
  V - PROERD EM SANTA CATARINA

        O PROERD, teve início em Santa Catarina, em março de 1998, na cidade de Lages, obtendo resultados significativos, naquele primeiro semestre, fazendo com que a cidade de Chapecó também entrasse no circuito, adotando o Programa no segundo semestre, sendo que ambas formaram
neste primeiro ano, aproximadamente 5.000 (cinco mil) crianças.

        Com a formação de 30 novos instrutores Proerd, por uma equipe de Mentores da Polícia Militar do Estado de São Paulo, no início de 1999, em Balneário Camboriú, o  programa ganhou forma, sendo implantado em mais 12 cidades, as quais destacamos: Joinville, Blumenau, Criciúma e Tubarão.

        Ainda no ano de 1999, durante os meses de agosto e outubro, formamos mais 06 (seis) instrutores em São Paulo. No mês de novembro recebemos o apoio da Polícia Militar do Distrito Federal, e conseguimos realizar mais um Curso de Formação de Instrutores em Balneário Camboriú, onde foram aprovados mais 28 (vinte e oito) instrutores. Contamos atualmente com 73 (setenta e três) instrutores Proerd, distribuidos em mais de 30 (trinta) municípios catarinenses.

        É muito cedo para fornecermos indicadores dos resultados do Proerd, no que se  refere aos seus objetivos, contudo salientamos, que podemos observar crianças comprometidas com o programa, agindo como proerdianos, dizendo não às drogas e à violência.

        As atividades do Proerd no ano de 1999, foram encerradas superando todas as expectativas. Num esforço conjunto entre Polícia Militar,  Secretaria de Estado da Educação e Desporto, Conselho Estadual de   Entorpecentes- CONEN/SC, Conselhos Municipais de Entorpecentes-  COMEMs, Prefeituras Municipais, através de suas Secretarias de Educação, Escolas Particulares, Patrocinadores e Imprensa que nos emprestou total apoio, conseguimos formar mais de 30.000 (trinta mil)  crianças, um verdadeiro recorde face ao número de instrutores que se encontravam atuando.

        Para este ano de 2000 as atividades do Proerd devem crescer ainda mais, pois estamos viabilizando mais um curso de formação de instrutores com 35 (trinta e cinco) vagas para o mês de março, e com este reforço na equipe de instrutores, esperamos formar até o final do ano,  mais 70.000 (setenta mil)  alunos.

VOLTAR AO TOPO DA PÁGINA 
 
  PÁGINA ANTERIOR      PÁGINA SEGUINTE